Joel: Minha Salvação está em Cristo Jesus

Publicado: 15 de fevereiro de 2016 em Sem categoria

Presidente Prudente  14/02/2016

Joel: Minha Salvação está em Cristo Jesus

O Senhor é Deus. l. o filho primogênito de Samuel (1 Cr 6.28). Sendo já Samuel de idade avançada, nomeou para juízes de israel a Joel e ao irmão deste, Abias – mas estes, pelo seu procedimento vergonhoso e corrupção na maneira de administrar, fizeram que se produzisse uma mudança de governo, e fosse ungido Saul para rei. Foi pai de Hemã, o cantor (1 Sm 8.2 – 1 Cr 6.33 – 15.17). 2. Príncipe de Simeão (1 Cr 4.35). 3. indivíduo da tribo de Ruben (1 Cr 5.4,8). 4. Chefe de Gade (1 Cr 5.12). 5. Chefe de Issacar (1 Cr 7.3). 6. irmão de Natã, e um dos heróis de Davi (1 Cr 11.38). 7. Um levita (1 Cr 15.7,11) – talvez o mesmo que o do nº 8. 8. Um levita (1 Cr 23.8, e 26.22). 9. Príncipe da meia tribo de Manassés, ao ocidente do Jordão – ele viveu no tempo de Davi (1 Cr 27.20). 10. Coatitas da tribo de Levi. Ele foi mandado representar a sua tribo, na solene purificação que precedeu a restauração do templo (2 Cr 29.12).11. Judeu que casou com uma mulher estranha (Ed 10.43). 12. o chefe de uma classe de benjamitas, que viveu em Jerusalém depois da volta do cativeiro (Ne 11.9). 13. Profeta e autor do livro que tem o seu nome. É mencionado como ‘filho de Petuel’ (Jl l.1), e nenhuma outra particularidade nos é dada da sua vida pessoal. As freqüentes referências a Jerusalém e a Judá fazem-nos supor que ele era profeta do Reino do Sul, tendo vivido em Jerusalém. (*veja Joel, Livro de).
Todas as citações acima mencionadas são verdadeiras segundo as Escrituras Sagradas, Joel é referencia viva em nosso dias de grandes calamidades, avisos e premunições que não observamos se queremos fazer algo para nos preparar para a volta do Redentor, como vimos com o passar dos tempos ou seculos, o serviço divino na evangelização foi sendo celebrado de formas diversas.
O original estava em primeiro plano como enfatiza o profeta sobre os elementos de um serviço divino que deve existir na igreja, em tempos que a comunidade vivencia o ministerio entre Deus e o Homem. 
Quando se diz “Em nome de Deus, do Pai, e o Filho ” isto é a invocação de Deus como nossa segurança, porque no céu Deus é louvado pelos exércitos celestiais (Isaías 6:3 e Ap 4:8-11), na terra em que habitamos temos que lutar para o serviço divinal a fim de fortalecer a esperança na revinda iminente de Cristo e preparar os crente em Jesus para a vinda do Senhor e isso é sagrado.
 Aqueles que faltarem levianamente em suas congregações, e negar ao servir divinamente, põe em risco a perseverança na doutrina dos apóstolos que tanto fizeram, a comunhão, o participar do partir do pão e a oração, como os primeiro cristãos praticavam.
Se voce como cristão deixar de participar ou frequentar o serviço da igreja de Cristo ou com alguma irregularidade sem motivo suficiente que justifique, poderão ter suas bençãos diminuídas, porque está no desejo de diminuir também o recebimento do sacramento e da palavra atuada pelo Espirito Santo, em forma do corpo da Cristo.
Alem do mais, não receber as forças produzidas pela Santa Ceia, e os pecados não lhe são perdoados e voce pode perde a benção inerente ao serviço divino do Filho de Deus pelo os sacramento ou sacramentado diante da Cruz, isto é como quem quer privar Deus da dadiva da oração que lhe é permitida ou pelo prezar está a acumular pecados, independentemente de participar ou não na obra do Senhor, pela obra e graças do Espirito Santo. 
Nos podemos compreender Jesus através das orações, Ele é o Filho de Deus.

Um negocio da Petrobras para o Brasil

Publicado: 10 de fevereiro de 2016 em Sem categoria

 

 A grande ambição de ganhar muito dinheiro sem esforço e bancar uma vida de ricos e blogsfamosos, era tudo que eles precisavam para viver de mordomias as custas da Petrobras, através do povo investidor.

Mau sabia eles que haviam muitos Lobis e lobos com capas de carneirinho e coração de lobos faminto por a vil dinheirama que poderia e correr sem controle la dentro vindo dos trabalhadores, muitos recebiam fundos de garantias, pensão, indenização e outros bens vendidos para ser um acionista da mais nobre companhia brasileira à Petrobras.

Dizem que a propaganda e a alma do negocio, ela alimenta a vida das grandes e medias empresas, a vida dos meios de comunicação. Mas os patrocinadores tem que zelar por aquilo que promovam em educação e valores humanos.
Na verdade foi a propaganda que envolveu muitos trabalhadores que investiram seus fundos pensando nos saques que receberiam no futuro, mas foi o tiro pela culatra: Foram saqueados por um grande grupo de saqueadores que trabalhavam com cara de bonzinhos.

Encontramos várias vezes alertas como discernimentos, mas quando os desejos são maiores geram conflitos, na Bíblia em Mateus 10:16-Diz: “Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como pombas” (Mt 10:16). Qual foi sua atitude? Serpentes ou de uma pombas?
O ex-Presidente Lula, que está sendo apontado em assunto da lava jato por participar ainda sem prova, foi nosso constituinte, colaborador com a constituição de 1988, dizia que precisávamos de juros baixos, 1% ao mês, como também baixar as tarifas bancárias, o que até hoje são um exagero, passados mais de vinte anos, desta carta magna da nossa Pátria, ó Brasil, continua deitado eternamente em berços esplendido.
Com os juros impossíveis e inflação alta, difícil de se criar expectativas, sem gerar empregos para milhões de brasileiros que estão sem trabalho. Será que eles sabiam? Eles saíram dentre nós pelos votos nas urnas, mas não eram dos nossos desejos, se tivessem sido dos nossos teriam sido mais precavidos e certamente ficariam de nosso lado, mas isso se dá para que se conheça que todos são dos nossos na hora da escolha nos pleito eleitorais.

Os bancos, no passado pagavam juros à todas as contas, a fim de estimular os correntistas, hoje eles cobram do correntista como sendo um fim e não um meio, como dizia na época o Collor de Mello, hoje investigado pela PF.
O Japão, China e Coreia cresceram demais, o Brasil se valeu do crescimento mundial e foi junto, não era o Brasil em crescimento, ele estava em favorecimento dos gigantes asiáticos, mas devidos os desencontros de ideias no mundo e a crise financeira mundial, tem taxas de juros hoje na Asia de 0,00% ao ano, isso estimula suas atividades para gerar empregos há muitos milhares de trabalhadores, o Brasil tem uma tal Selic que implica em gerar 10% ou mais ao ano.
Hoje, não mais temos medo do famigerado FMI, que levou o pais ao fundo do poço em governos passados não muito distante. Hoje credores com outras siglas que são poucos brasileiros que conhecem, mas, ainda temos a mais promissora reserva de petróleo do hemisfero, com reservas em atividades e prospecção em águas profundas como chamam de pré sal, o petróleo tem baixado em todo mundo, menos aqui, porque pagamos mais caros? Será devidos grande publicidades ou são os patrocínios que interferem no custo final de tudo isso.
Com a crise da Petrobras, mostrada pelas operações e dalações obtidas pela Policia Federal, estão sendo mostradas a ganância dos administradores que deveriam zelar pela grande riqueza mostradas pela imprensa mundial sobre o Brasil, eles fizeram tudo isso cair por terra ou esgoto como mostra a propaganda sendo a alma do negócio do petróleo brasileiro, saindo pelo ralo da usúria e a ganância.

Cinzas

Publicado: 10 de fevereiro de 2016 em Sem categoria

Hoje e dia de trabalho, cinzas que ficaram de um passado que não constroem nada , so marcas inapagáveis de cansaço. Sempre foi desde muitos enganos os festejos para os reis terrenos como o desabafo entre Saul e Davi ao vencer o gigante Golias.

Reis e Profetas

O livro dos Profetas, reúne, em inúmeros capítulos, (Os Nebi’Im hebreus, Nabi no singular) os fatos relativos aos acontecimentos que tiveram lugar depois que as tribos, invocando a ajuda do deus Yahwé estabelecendo-se na terra de Canaã; as lutas contra os povos já instalados na região desde o tempo do Neolítico e que se opunham à ideia de um deus único, Yahwé, aos cultos cananeus e dos outros povos.

Vejamos que estes livros nos informam extensamente sobre as lutas que as tribo de Yahwé, os semitas tiveram de sustentar contra os Egípcios, Fenícios, os Assírios e os Babilônios, que foram guiados por algumas personalidades que orientaram o pensamento político e religioso do povo Israelitas: Os Profetas. Parece que os livros em questão que até hoje nos orientam pelo caminho sagrado foram reunidos em coletânea no século III antes de Cristo, pelos textos provavelmente dos discípulos dos principais profetas da época.

Como são agrupados e chamados de profetas antigos dos (séculos X e IX), os grandes profetas foram marcados até cerca do ano 500, profetas no exílio (Babilônia) e profetas pós exílio. Para o povo Judeu vieram incluírem nos livros dos profetas vários livros históricos, em especial os de Josué, dos Juízes, de Samuel, e dos Reis, estes livros relatam a conquista da terra de Canaã, este em especial o de Josué, que relata as lutas, instalações das tribos, nesta terra prometida que era um sonha de Moises, (Livro de Juízes), e finaliza com a formação de um poder unificado sobre todas as tribos,  nos livros de Samuel e Reis).

Os profetas foram classificados pelos os escrituristas do qual os Judeus não concordassem, em Profetas que anunciassem o evangelho, criaram em duas categorias; grandes e menores, segundo sua importância, o papel dos livros são de grande importância  á nós conhecermos seus conteúdos e propósitos, mostram qual seria as  ordenanças do Senhor sobre estes homens santos, eles nos informaram sobre os acontecimentos que aconteceram no ponto de vista histórico, como também do ponto de vista religioso que se desenrolaram na Palestina entre a conquista e o exílio, e consagraram no tocante ao desenvolvimento do monoteísmo num conjunto de cultos que eram realizados e regras de transformação numa religião estabelecida.

Outros grandes livros da Bíblia são de importância menor, como objetivos nosso, porque são de pensamentos religiosos mais que histórico, como remontam o AT, o ponto moral é que e uma historia fascinante onde todos que vem para o cristianismo moderno se apaixonam e as vezes aparecem em nosso cotidiano. Mas contém importantes informações sobre a vida de uma civilização dos povos em Canaã.

Porque estes livros, contam as épocas que nos referimos, sobre tudo os poemas, Salmos, Provérbios, Livro de Jó, outros como os na época que referimos como os “rolos” tais como: Livro de Daniel, Cânticos dos Cânticos, Livro de Rute, O livro de Eclesiastes, Ester, Esdras, Neemias, e as Crônicas.

Um livro muito importante é o de Esdras na parte que relata o retorno do cativeiro na Babilônia e a reconstrução do templo em Jerusalém, o livro de Cronicas completam o livro de Reis. Os livros apócrifos, (Deuterocanônicos), são texto que não se encontram no texto Hebreus, que foram traduzidos pelos ‘Setentas’ gregos de Alexandria (séculos III e II) antes de Cristo.

 A histórias dos Judeus estão toda escritas no Livro de Macabeus, que conta a luta do povo Judeu contra a denominação do povo grego, quer dizer os livros apócrifos são mais religiosos que históricos.

Como também trazem até o nosso conhecimento os livros do grande abençoado por Deus o Patriarca Moises, autor da Torá com os livros chamados de pentateuco: Genesis, Êxodo, Levítico, dos Números e Deuteronômio. Pentateuco é uma palavra grega que quer dizer “5 livros” eles os chamavam assim para dizer tudo de uma só vez “Pentateuco: pente é livros e teuchos é livro, em origem grega assim traduzido, termo clássico”.  


Como a maioria dos livros que compõe a Bíblia foram escritos em língua dos hebreus, com exceção os que surgiram após o século V, que vieram ser redigidos em aramaico, e só depois em língua grega, todos estes livros se espalharam pelo mundo afora, sua difusão pelos judeus da Diáspora, juntamente com o cristianismo, só atingiu os israelitas, mas foram traduzidas em todas as línguas graças aos esforços dos missionários. Não é preciso dizer que muito poucas vezes os livros foram bem compreendidos e que a maioria das pessoas que a ele recorrem não eram muito de interpretação literal das Escrituras.

A Bíblia precisa ser interpretada com muita precaução, afim de que se reconstitua graças pelo analisar os textos, graças de uma análise de coração e exclusividade para nosso Deus de Israel, e respeitar as novas descobertas da arqueologia que tem provado a cada dia uma prova cabal que tudo é capaz aquele que crê e busca no conhecimento dos povos da Bíblia.

Como ela foi traduzida pela primeira vez por uma Assembleia de linguísticas, gregos e judeus (os textos em hebreu) mas é atribuídos aos números 70 ou 72, assim ela é chamada, fato ocorrido em Alexandria, no Egito, nos séculos III e II a.C, esta é a obra de todas as traduções e relativamente exata, alguma coisa modificadas em decorrência dos filólogos que efetuaram atualizações nos últimos séculos para melhorar a nossa compreensão literal.

Fonte: Pesquisa com embasamento no livro do autor Louis Fréderíc

PROCLAMAÇÃO DA REPUBLICA BRASILEIRA

Publicado: 15 de novembro de 2015 em Sem categoria

Comemoração da Pátria brasileira 15 de novembro de 1889

 Valdeci Fidelis
A Republica brasileira foi proclamada a 15 de novembro de 1889, proclamaram-na o povo, o exercito e a armada.
Tendo sido feita, entre alegrias e flores, a abolição dos cativos, esperava-se a cada instante aquele acontecimento, consequência lógica dessa libérrima conquista.
De longa data esperava o Brasil ao advento do novo regime. Os mais notáveis democratas brasileiros, após as tentativas revolucionarias que se deram em diferentes épocas do Império, com o fito de proclamar-se a Republica, percorriam país de sul a norte, fazendo a propaganda pela idéia nova. Pela tribuna, pela imprensa e nos clubes, Silva Jardim, Quintino Bocaiuva, José do Patrocínio, Campos Sales, Assis Brasil, Benjamim Constant, João Pinheiro e tantos outros foram os pregoeiros, os propagandistas intrépidos das ideias republicana.
O fogo sagrado da suprema aspiração de liberdade alastrava-se intensamente de coração em coração, de forma que o desejo sol do advento não se demoraria muito a iluminar o firmamento pátrio.
O descontentamento que se observava no animo do exercito, contra o governo monárquico, aliado ao republicanismo do povo e ao patriotismo da armada explodiu enfim no dia 15 de novembro de 1889, na gloriosa revolução que destronou a dinastia, desfraldando o pavilhão estrelado da Republica.
O marechal Manuel Deodoro da Fonseca, foi o chefe supremo desse movimento secundado brilhantemente pelo patriotismo de Benjamim Constant, Quintino Bocaiuva, Wandenkolk, Rui Barbosa e outros.
 A nação recebeu o acontecimento com inequívocas manifestações de jubilo

Governo de Deodoro da Fonseca

Seu governo não ocorreu pelos quatro anos que estavam previstos. Uma política instável e problemas econômicos como o “encilhamento” (onde se deu o incentivo à produção da moeda por certos bancos, levando à grande especulação financeira e à falência de diversos bancos e empresas na época) fizeram com que a situação se tornasse bastante conturbada. Um novo ministério foi formado, liderado por Barão de Lucena – que era vinculado à ordem da monarquia –, com a tentativa de centralizar o poder, o que ajudou a levar o país ao colapso com a dissolução do Congresso Nacional.
Floriano Peixoto tornou-se da oposição à Marechal Deodoro no meio militar juntamente com as forças legistas, e essa junta de fatores levou à sua renúncia em 23 de Novembro de 1891.

Morte do Marechal

Marechal Deodoro sofria de dispnéia (dificuldade para respirar) e faleceu em agosto de 1892 no Rio de Janeiro. Deodoro pediu para que fosse enterrado em trajes militares, contudo não foi atendido, sendo enterrado num jazigo no Cemitério do Caju, e tendo seus restos exumados e transferidos para a Praça Paris no ano de 1937.
Hoje o dia 15 de novembro é feriado nacional em homenagem ao movimento ocorrido na mesma data no ano de 1889.

AMOR É JESUS CRISTO

Publicado: 3 de novembro de 2015 em Sem categoria

AMOR É JESUS CRISTO.
Ainda que eu fale todas as línguas dos homens  e dos anjos, ainda que eu fale todas as línguas dos anjos e dos homens (falasse as línguas dos homens e dos anjos), se eu não tiver amor, eu nada serei apenas um bronze que ressoa, um sino que retine, (ou metal que ressoa, soa como o sino que tine).

E ainda que tivesse o dom das profecias, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciências, e ainda que possua (tivesse) um grande grau de fé, (toda a fé,) de maneira que me permita remover montanhas tal que transportasse os montes, se não tiver amor, eu nada serei (seria).
E ainda que distribuísse todos meus bens, e a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é paciente, o amor é bondoso não é nada exigente arrogante orgulhoso, o amor é bondoso, jamais e descortês nunca interesseiro tudo desculpa tudo suporta, é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha; não terá fim mas havendo profecias, sim, serão aniquiladas; havendo línguas, (as línguas se calarão) ou cessarão; havendo ciências tem fim, o seu tempo, desaparecerá; (1 Co.13:1-8).
Que perfeito o  nosso conhecimento, e também as profecias, mas quando vierem o imperfeito desaparecerá ah quando eu era criança brincava e pensava como criança, como criança raciocinava, homem feito despojei dos atributos de criança por enquanto, enxergamos Deus através de um espelho, mas um dia teremos a visão de Deus de face a face, por enquanto conheço apenas uma parte, mas logo conhecerei como sou por ele conhecido, temos agora a fé a esperança e o amor mas dos três o mais excelente é o amor.

A confiança é fundamental a suprema excelência da caridade

Temos considerado que a criança é naturalmente fraca e pequenina, nada possuindo por si mesma. Vimos que tudo quanto ela é por natureza, devemo-nos serem as almas que seguem o caminho da infância espiritual, sermos pequeninos diante do Pai, por virtude e por vontade.
Agora o que vai nos interessar, do modo particular, não é tanto o que a criança é em si, mas o que podemos ser e o que daí resulta, mas a atitude que ela toma instintamente em consequência do seu estado.
Certamente ela não tem, e este respeito de consciência formada; porem sente que nada pode fazer, mas age e age não segundo atitudes refletidas e sim por um impulso natural.
Nós, em relação à vida espiritual, deveríamos ter atitudes semelhantes, não por inclinação natural, e sim deliberadamente, por vontade e reflexão.
A Atitude que devemos ter em relação ao nosso Pai celeste é a de buscarmos nele toda a nossa confiança, abandonando-nos, entregando-nos totalmente à sua vontade, proteção e providencia.
Jamais pensar que, em tempo algum, possa Ele deixar de interessar por nós, mesmo se não o pedimos expressamente.
Esta atitude é adequada de um filho para com o pai. E’ o que chamamos na ascese: A simplicidade da meninice espiritual.
Suposto este princípio, havemos de tirar as seguintes conclusões: Devemos ter verdadeira e solida confianças em Deus e, para isto, exercitarmo-nos nossa virtude a fim de desenvolvê-la constantemente.
A confiança filial, como toda virtude que diz, respeito à vida espiritual, é dom insigne e gratuito de Deus, efeito de sua graça, glória e liberdade.
Se, portanto, não nos é dado adquiri-la por vontade própria, podemos, contudo dispor-nos a recebê-la por meio de uma grande fidelidade para com a graça do Senhor e, de certo modo, merece-la pelo ardor dos nossos desejos.
A confiança absoluta em Deus, em todas as circunstâncias da vida, é característico saliente de toda alma verdadeiramente santa, é o distintivo mais visível da infância espiritual.
Desejar de verdade esta virtude é preciso estar convencido de sua alta razão de ser, e de sua essência na alma torna esta extraordinariamente deliciosa a Deus. Para aprofundar esta convicção é preciso meditar nos fundamentos da confiança em Jesus.
O princípio de todos os fundamentos é o imenso amor de Deus para conosco; o segundo, a sua incompreensível misericórdia.
O amor de Jesus Cristo tem todas as qualidades para favorecer a confiança; ternura, bondade, generosidade e benquerença infinitas e imensas.
As lágrimas de Belém, as fadigas e suores da Galileia, o sangue derramado no Gólgota ilustra vivamente a imensidade deste amor.
Perante provas tais, está mais que justificada a frase “Jamais se poderá ter demasiada confiança num Deus tão bom”.
Para concluir: “Assim com a ambição de um coração desregrado se manifesta tanto mais vivamente quanto maior for à honra que deseja conquistar, do mesmo modo a misericórdia de um coração bondoso se patenteia tanto mais, quanto maior a miséria que se lhe apresenta, seja a tua fé um remédio espiritual para o povo de Deus”.
A vida Espiritual é feita de oração, somadas em toda sua vida isto tornará possível alcançar a glória do Senhor de suprema adoração acima de todas as coisas que é “O Cristo”.
Tenha sua confiança inabalada. “Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida. 


Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento. Está escrito na lei: Por gente de outras línguas, e por outros lábios, falarei a este povo; e ainda assim me não ouvirão, diz o Senhor. (1 Co. 14:19-21)”

POR QUE DE TANTOS CORRUPTOS DIANTE DA LEI

Publicado: 18 de outubro de 2015 em Sem categoria
                              Caro amigo Fidélis,
                            ( boa sorte para você, seus familiares, seus amigos,
                               seus colaboradores, nossos amigos e todos nós!)
 
 Não constitui tarefa muito agradável tentarmos discorrer sobre o tema da corrupção, pois parece que seria verdadeiro  admitirmos que somos, todos nós, irmãos em Deus; até mesmo os corruptos, os ingratos, os reacionários e os sociopatas.
Assim, o essencial seria termos o poder de proceder, que ninguém perceba, à redenção imediata de todos nós e ao saneamento da “psicosfera ambiente”. Mas se nem a divindade suprema do amor, com sua soberania sem igual, parece optar, à primeira vista, por agir magicamente assim, então sobraria para nós, que somos bem intencionados, a nobre tarefa de zelarmos pela integridade de nosso ser interior, tendo paciência e determinação  para exercermos o privilégio de amar de forma fidedigna, em cada instante precioso de vida,  tanto o próximo como a nós mesmos.
Sem dúvida, deveríamos ter a lucidez suficiente de perceber, superando os efeitos do jogo ilusório das aparências e dos rótulos sedutores sobre nosso psiquismo, os desígnios
que as leis da vida determinam para todos nós. Entretanto, sem lucidez mais ampla, pois para tal teríamos de está abertos da ascendência que o instinto e o Ego ainda exercem sobre nós, torna-se impossível esclarecermos plenamente o significado de nossa relação com a essência sagrada da vida e com as leis que a representam.
Para irmos além dos parâmetros corriqueiros que regem nossa condição essencial de vida nesta dimensão da realidade infinita da criação, teríamos, obrigatoriamente, que esclarecer, dentro de nós, a diferença entre Deus e a lei de Deus, pois como o apóstolo Paulo deixou a entender: “Deus representaria o pleno amor, enquanto a lei de Deus representaria justiça que levaria ao amor, tendo a plenitude do amor divino ascendência intrínseca sobre a universalidade da lei que rege nossos destinos”.
 
Como se nossa alma estivesse espiritualmente “sub judice”,vamos tentar abordar o tema pouco simpático da corrupção.
Realmente, pelo que notamos, a  corrupção não está presente  apenas  no contexto sombrio onde o poder institucional, que torturou e assassinou covardemente Jesus de Nazaré, é exercido  pelo  talento profano dos homens. Sem dúvida, a corrupção parece estar presente, em maior ou menor grau, na própria alma da comunidade humana como um todo, levando-se em conta, é lógico, as devidas exceções. O que seria a corrupção?  Seria simplesmente o desrespeito em relação à essência das leis da vida.
 
Os quatro pilares que sustentam a corrupção da alma, a qual promove a consequente corrupção dos usos e costumes, são: a) o instinto de posse; b) o ego individual; c) o ego coletivo; d) o uso “satanizado” do livre-arbítrio pessoal.
Nosso irmão em Deus que abraça a corrupção, tendo traços de caráter sociopático ou não, pode agir de forma isolada.
 
Mas do mecanismo da corrupção fazem parte, em geral, duas peças fundamentais: a) nosso irmão em Deus corruptor, isto é, aquele que corrompe; b) nosso irmão em Deus corrupto, isto é, aquele que se deixa corromper. Um não existe sem o outro, havendo entre ambos uma relação marcada por um “mútuo parasitismo de fundo vampiresco e estarrecedor”.
Na verdade, a corrupção pode estar crescendo de forma imperceptível em nosso íntimo, contaminando nossa forma de sentir, de querer, de pensar e de agir. Nesta época marcante de transição intrínseca da humanidade terrena, todas as oportunidades se oferecem para que sejamos corrompidos, em espírito e verdade, por nós mesmos e pelos outros.
 
 Corromper-se em espírito e verdade não é apenas fazer o mal para si mesmo e para o próximo. Corromper-se em espírito e verdade é, também, deixar de fazer o bem verdadeiro para si mesmo e para o próximo. Por outro lado, como sabemos, a coisa mais difícil do mundo, praticamente impossível, é nos libertarmos por completo do instinto e do ego pessoal.
Enquanto essa conquista magistral da alma  não ocorrer, continuaremos dependentes dos padrões de conduta que a dimensão profana do ego coletivo tenta impor para todos nós.
 
De tanto negociar através do suposto talento e de ostentar sem pudor algum a suposta riqueza contingente, o homem encheu-se de tolo orgulho, colocando a esperteza pecaminosa no lugar da receptividade sensível divinizada e da inteligência verdadeira da alma, acabando por corromper-se diante da essência sagrada da vida e de sua própria essência, e provocando de forma implacável a possibilidade evidente do naufrágio pedagógico da comunidade humana ainda escravizada ao profano sistema mercantilista mundial.
A vitória muito especial  da verdade suprema da vida sobre as mentiras convencionais da humana civilização se aproxima, a passos largos, de nossas frágeis trincheiras pseudo defensivas.
Isto não representa, como alguns admitem por interesse próprio ou por desconhecimento de causa, o fim da história humana neste planeta. É verdade que o tempo das virtudes plenas, cuja veracidade alguns de nós já conseguem entrever no fundo de nós mesmos, representa apenas o fim do exercício da idolatria escabrosa e da corrupção, com a consequente transformação da qualidade de vida no âmago da comunidade e a eliminação final da impureza no  coração das pessoas.
A partir desse estado inefável de vida  e de viver, nosso amor se libertará para sempre da realidade pouco honrosa da agonia antipedagógica e da morte.
 
Sem dúvida, a verdadeira vocação de cada um de nós é a fraternidade sem restrições e a justa partilha liberada pela soberania das leis da vida. Fora disso, é pura doença da alma
perdida nas passarelas profanas da ostentação e da impureza.
 
                             Grato pela sua atenção especial, caro amigo Fidélis.
 
                                                 Abraço caloroso. José Ademar.
 
José Ademar Zumioti, é escritor, palestrante, articulista e médico psiquiátrico.
 
De acordo com a lei de imprensa: Publicado na integra com citação do nome do autor acima mencionado.
 
 
                  
                                                              

Jesus jamais usou de violencia

Publicado: 12 de outubro de 2015 em Sem categoria

OPERAÇÃO LIMPEZA COM JESUS

 Lucas 19:45-48

Jesus de Nazaré abriu uma passagem majestosamente entre o povo e, a grandes passadas, látego na mão esquerda, tomou a direção dos currais situados do outro lado do Átrio dos Gentios, no pé da Fortaleza Antônia.

 Muitos foram para trás do Mestre, que ao chegar nos estábulos, Jesus, com uma frieza que todos admiravam, foi abrindo os portões, um atrás do outro, incitando bois, bodes e cordeiros, a dispersarem-se. Em poucos instantes, centenas de animais irromperam no átrio.

 O rabi com mesma decisão e destreza com que havia tangido para fora do templo a primeira manada, dirigiu aqueles animais em direção às mesas e pontos de vendas dos “cambistas” e “intermediários”.

 Como era de esperar, o estouro provocou pânico entre os judeus, que, em sua atropelada fuga, derrubaram umas infinidades de tendas os bois por seu lado, acabaram por pisotear as banca de gêneros, derramando numerosos cântaros de azeite e sal.

 Um número grande de peregrinos aproveitaram-se para derrubar outras bancas e mesas que ainda restavam, se aproveitando do momento confuso naquela hora de pânico geral. Em poucos minutos o comercio havia sido varrido, para alegria de milhares de judeus, que odiavam aquela profanação na casa de Deus.

 Claro que chamados os soldados romanos fizeram presentes e tudo ja estava silenciado, completa tranquilidade, Jesus de Nazaré, não havia tocado em nada com o seu Látego, em nenhum   só hebreu, nem derrubou mesa alguma; disso posso ter fé, foi até a escadaria e gritou à multidão:

 Vós haveis sido testemunhas, hoje, do que está escrito nas Escrituras: “Minha casa será chamada uma casa de oração para todas as nações, mas vós haveis feito dela um covil de ladrões”. (Lc 19:45-48)

 Antes que o rabi concluísse suas palavras, um grupo de jovens judeus se destacou de entre a multidão aplaudindo Jesus e entoando hinos de agradecimento pela coragem do galileu.

No evangelho aparece um ato que Jesus está colérico, capaz de golpear e açoitar as pessoas, Jesus havia pregado muitas outras vezes naquela mesma esplanada do templo, e jamais tinha comportando-se daquele modo, ele conhecia perfeitamente as intenções e os cambalachos e os roubos que se registravam todos os dias no átrio dos Gentios e, não obstante jamais se manifestou violentamente contra essa situação.

Se, naquela manhã diz a teologia ter sido um dia de segunda-feira, provocara o estouro do gado, isso só se dera é minha opinião, como fruto de circunstancias concretissima e de uma situação insustentável. Os líderes do templo foram até Jesus e interrogaram severamente: E perguntaram: Não ouviste o que dizem os filhos dos levita?

Respondeu-lhes Jesus: Nas bocas dos meninos e das criancinhas aperfeiçoaram-se os louvores. Os jovens vendo isso intensificaram seus louvores e os judeus foram embora, e os grupos de peregrinos foram para os portões que dava acesso ao templo.

 Estes levitas não permitiram que fossem transportados nenhuma vasilha pela esplanada, eles impediram que voltasse os cambistas e os intermediários, os apóstolos os 12 permaneceram encolhido espantados com esta atitude do Mestre. José de Arimateia, Nicodemos e outros amigos de Jesus não estão presentes, ai eles (Judeus) o sinédrio aproveitou, fez uma reunião de emergência para avaliar a confusão; decisão: É preciso deter o “impostor!” sem perda de tempo.

 Mas onde achar e como. Os escribas e o restante dos sacerdotes, dava-se de acordo que a multidão se inclinavam para Jesus, neste ínterim o procurador romano Pôncio Pilatos em Jerusalém estava ai uma situação que não podia perder de vista o Galileu.

A Palestina enviavam muitos peregrinos e anciões para Jerusalém e estrangeiros devido a pascoa, perto das piscina de Bezatá, criaram 5 grupos de escritas expertos para seguir os passos do Mestre, especialmente escribas*.  A grande diferença entre os escribas e o restante do sacerdócio-fariseus, levitas, chefes do templo etc. baseia-se no saber. Os escribas vinham ser os depositários da ciência e da iniciação para chegar a fazer das chamada “corporações do escribas”

Nicodemos era um dos escribas e amigo do Mestre, e sabia quem considerava quatro coisas, mais lhe valera não ter vindo ao mundo, antes a saber, exemplo: *(Naqueles tempos o sinédrio achava-se dividido em dois grandes grupos: Os fariseus e saduceus. Estes últimos formavam um partido organizado, integrado fundamentalmente pela nobreza laica e a sacerdotal, pelos “anciãos” os notáveis do povo e dos sacerdotes chefes. Havia um sumo sacerdote de nome José Ben, com apelido de Caifás, era o sumo-sacerdote em exercício ele era um Saduceu)

Nicodemos amigo fiel de Jesus, era um escribas de muitos prestígios, deste prestigiosos escribas de Israel, o que proporcionou prestígios foi ser portador da “ciência secreta” uma tradição isotérica, que ensina em seu texto que dizia: “Não se deve explicar publicamente as Leis sobre incesto diante de três ouvintes, nem a história da criação do mundo diante de dois, nem a visão do carro de fogo diante de um só, a não ser que este seja prudente e de bom senso”.

Sua “teologia” está distinta da dos fariseus, pois atinha-se ao texto da “Torá” relativa ao culto e ao sacerdócio da Torá, e havia muitos escribas que praticavam a doutrina dos saduceus (Nota).

Muitos dizem que Jesus deu chibatada, jamais ele faria coisas assim, primeiro que ele respeitava os direitos do povo, e pregava o amor entre as nações,

 Fonte: Pesquisa do Livro “Operação Cavalo de Troia  J.J. Benitez.

 

Não seja mais um escravo do Egito atual

Publicado: 8 de outubro de 2015 em Sem categoria

Irmãos tenham cuidados com as filosofias pastorais que existem por aí, cuidado com pregações enganosas que tende a fundamentar-se em tradições humanas e nos princípios elementares do mundo, e não em Jesus Cristo, Cristo habita corporalmente a toda plenitude da divindade, Cristo é cabeça da igreja, ele nasceu de um útero materno, teve fome, sede, sono, dormiu cansado em um navio, enfrento tempestades em mares, viveu em frente a idolatras, foi desafiado, humilhado, venceu a todos e a tudo.

Você está firme no Senhor?  Contra as astutas ciladas do inimigo, é preciso está firme e inabalável como uma muralha, mas preste atenção, não participem de murmurações em sua igreja, blasfêmias e tititi, se isto acontecer procurem destruir estas tentações, do contrário ela pode se represar e formar um grande lago de sofrimento e você e seus irmãos serão engolido pela corrente em forma de caracol ou rodamoinho formado em torno de seus diáconos, presbíteros e pistores.

Cuidados com lideres que escolhem as ovelhas gordas e se alimenta da gordura, ovelha gorda no popular são pessoas que ganham bons ordenados e fazem generosidade para o líder ou lideres, vêem aquelas magrinhas, não como as outras, sendo como as demais, vistas miúdas e desprezadas, e você tem medo de falar das coisas negativa que acontece em seu ministério, será que você está nos caminhos de Deus? Na palavra imutável e transformadora de pecadores e gentios, oferendo o caminho do Senhor,não ouça  pessoas que dizem que ouviu através da televisão uma palavra num programa religiosos, mesmo porque “Todos falam de Deus”, sem exeção, os maiores incrédulos do evangelhos são macumbeiro, feiticeiros, espiritas, budista que fazem de Deus uma analogia genérica dizendo ser a mesma  razão da Lei, e por aí a fora.

Basta um mau professador da lei de Deus para mudar e conduzir muitos  ao seu redor, aqueles que querem mudar as coisas do evangelho de Cristo fazendo que muito neo-evangélico que so se convenceu de seus pecados e nunca se converte o espirito e vive na carne dizendo que é crente e ate diz “Fui batizado com o Espirito Santo falo em línguas”

Eles preferem preferem ouvir ideias de homens. Será isto que Deus quer? Estas confusões religiosas se deu em Judá, o povo não importância a palavra de Deus, O Senhor não pediu para que ouvisse à todos; Disse  o senhor “Não deis ouvidos às palavras de profetas que entre vós profetizam e vos enchem de vãs  esperanças; falam as visões do seu coração, não o que vem da boca do Senhor ( Jeremias 22:16).

Tem profetas que apontam o dedo para uma pessoa e diz: Ei você, Deus está falando que você ….e começa a profetizar como ainda estivesse nos primórdios dos deuses, vivemos no tempo da graça, Jesus é o nosso redentor, quando Jesus mostrou aos discípulos, que aqueles menino  endemoniados surdo e mudo morresse ali diante dos olhos do povo que se achegavam a ele e seus discípulos confessaram que não conseguiam  expulsá-lo, Jesus tomou o menino pela mão e deu-lhe vida. e os demônios foram embora,. Ali o Mestre antecipava aos discípulos que Ele iria a cruz e morreria diante dos fariseu e vivia para a eternidade pela a morte e ressurreição.

Deus se fez homem, em seu Filho Jesus, nasceu de sua mãe e um pai descendência de Davi, e mostrou que desde o passado de Isau e Jaco a fome o fez o irmão traiu e assim quando Jesus triste e cansado  e com fome o Satanas quis lhe convencer com pão, mas o  Senhor preferiu permanecer na obediência de Deus.

Basta uma pequena fresta numa parede de contenção onde são represadas as iniquidades para cair e romper-se as  paredes da muralha, não represe suas magoas, não macule seu coração em coisas que não agradam a Deus, Ele é soberano e digno de toda honra e glória.

Você pode ser vitoriosos, viver é mais importante do que está detectar problemas, temos que enfrentá-los e solucioná-los com o melhor de Deus.

A TEOLOGIA NA IGREJA

Publicado: 4 de outubro de 2015 em Sem categoria

A TEOLOGIA É O SONHO DE DEUS
Hoje quero me ater as atualidades deste mundo que vivemos, principalmente as igrejas e lideres religiosos que dizem estarem na presença de Deus, vejo isso como uma maneira de tratar os seus rebanhos com medo que eles se afastem, ficam dizendo que basta confiar e ser batizados já estão salvos. Meditam muito em palavras que eles mesmo criam para afastar suas ovelhas de estudos bíblicos.

Dizendo que muito estudo é como veneno, deixando que suas ovelhas fiquem ociosas nas orientações que vem de suas curiosidades, porque não ouve nada de renovo em sua igreja, sempre o mesmo discurso canônico, dizendo que são precisos conhecerem o que dizem este livros que muitos escritores que não tem muito haver com as Escrituras Sagradas falarem aos evangélicos. Tem muitos livros que trazem conteúdos erótico pornográfico ou sedutores com muita sensualidade, tais como sendo o homem sensível, a mulher sensível.

Textos que conta vidas pregressas de alguns que se dizem evangélicos e falam tudo de sua vida passada que nem a ele interessa, o que tem haver com a sua fé,que já esta na presença do Senhor.
Uma obra lançada está sendo procurada e oferecida por um preço que qualquer um pode comprar confundido como seja uma oferta para igreja por 35,00 leva este livro que conta com muitas orgias e sevicias sexuais desta personagem feminina, hoje se dizendo evangélica revela para o mundo literário como escritora dentro da igreja, falando coisas que devemos abolir de dentro de nossa mente e das ovelhas que o pastoreamos.
Por não conhecerem quem é Deus fogem de uma boa leitura, houvi sempre de pastores que a Teologia não é convincente com a pratica do evangelho, como podemos amar as coisas de Deus se negamos a conhece-las através da palavra de Deus.

Nós não temos que estudar Teologia para menosprezar ninguém, é preciso conhecer a teologia que ela é a verdadeira historia de Deus sem negar que Deus se fez homem na pessoa de Jesus Cristo seu Filho, Deus gostou tanto do homem que se fez homem e habitou entre nós, deu seu Filho para morrer por nós e levar nossos pecados lavado pelo seu sangue e sangue de poder.

Fadados estão os lideres que não ajudarem seu rebanho as três praticas: fé, pratica, e estudo, à pratica vem da fé, o estudo fortalece a fé, porque sem fé é impossível conhecer a Deus, ou vamos continuar acreditando no Youtube, achando que são mais fácil que exigir de nossos lideres a palestra presencial, encontros como sendo desafiando gigantes, encontros impactantes que nos vão restaurar a mente cansada de ouvir a mesmice.

Muitos membros criam a ideia de saírem de sua congregação para visitarem outra em busca de palavra de carinho que preencha seu coração, coisas novas e boas novas como se referem o evangelho de Cristo, e tem muitos pastores que pensam que as ovelhas são de sua propriedade, ao mudarem de congregação levam juntas, juntas porque elas não foram ensinada que elas servem a Cristo e não ao pastor.

Creio que muitos lideres se reportam para um ministerio novo e levam também os fieis, fieis a ele porque ele ensina a fé da carne, de sua boca, de seu interesse, as coisas de Deus ficaram para tras, onde habita o Espirito Santo? Mude você sozinho e viva uma vida de fé sem ter envolver servidores a si mesma, servimos a Jesus Cristo, não falamos heresias para nossos membros porque hoje parece humor, mas amanhã será como uma piada.

Houvi uma palestra com um líder que repetidas vezes dizia: Viva o Sonho de Deus! Um projeto motivador que todos ficaram atentos e renovados a cada momento, ainda assim ele afirmava com muita convicção que: “Quem sonha o sonho de Deus não morre na cisterna”, trecho do livro de Genesis 37:23-28, onde narra a trajetória de José, quando pelo seus irmãos foi jogado na cisterna uma especie de poço raso, em uma região onde ninguém quase fazia aquele trajeto, e justamente logo apos se livrarem do irmão festejavam com um lanche a vitoria pensando numa estrategia para contar-lhes ao seu pai, Mas Deus tem estrategia que não conhemos, logo fez surgir uma caravana que passaria e eles ofereceram como mercadoria o venderam.

Deus tinha um plano na vida de José, José era chamado pelos irmãos como sendo o sabe tudo, José tinha sonhos, e obediencial, ele se curvava diante das obediências de Deus, era como um trigo do campo, quando suas espigas estão cheia e perfeitas ela se curva para o solo de onde ela vieram como agradecendo, as espigas sem germinação granulada permanecem firme em direção ao infinito sem nada é uma espiga vazia.

Vamos incentivar nossos irmãos estudarem conhecer a Bíblia ela é voltada para Jesus, o nosso general em Cristo, e à Teologia é voltada para conhecimento de Deus dos Exércitos.

Jesus Cristo é a resposta

Publicado: 19 de setembro de 2015 em Sem categoria

IGREJA QUE SALVA É JESUS CRISTO
FOCAR AS VISITAS COMO SUA ATUAÇÃO DIRETA

Hoje vivemos em um mundo tecnológico, não podemos exigir dos membros uma conduta de comunicação como era no passado anos 90, estamos no seculo 21. Na pratica, como líder devemos conciliar e buscar um resultado de alegria entre os membros, e todas as respostas estão em buscar Jesus como solução para seus problemas.
Ele é nosso guia eternizado que através da morte nos deixou o legado para isso, vamos viver em harmonia, alegria, e vencermos em tudo isto encontramos nas Escritura Sagradas “Bíblia” nosso manual de vida e procedimentos.

É preciso ler a Bíblia e estudar com a disposição de pôr em pratica na vida todos os dias da nossa existência, em favor da evangelização do povo e não apenas escolher um capitulo ou versículo, e nem so mesmo achar um trecho para orientar ou que estão à precisar; é muito mais.

Menos ficar em casa e mais visitas:”Ir de encontro dos membros e avançar, caminhar ao lado deles é atuar em favor da evangelização “Ide e Pregai”, temos as vezes a impressão que cultivamos somente ir as reuniões de lideres programadas e ao culto.

Ouvimos sempre dentro das Igrejas que temos que ser crentes lá fora, no entanto alguns lideres ou membros, reclamam que os cultos são repetitivos, os pastores dizem as mesmas coisas: Ofertas, dízimos, oração, vigília, reuniões da liderança, e lideranças de bases, muitos se cansam de ouvir e tem desânimos de participar.
Seria preciso diminuir a quantidade de encontros de lideranças e agir participativamente com os membros para que cada família traga mais um nos próximo cultos.
Culto de longa duração, tem senhoras que vão sozinhas e deixam maridos que não participam, há muitos assuntos que não tem nada haver com o culto, o culto é a busca do “Espirito Santo” a Bíblia já faz referencia a fatos atuais e quem ler vai entender, a primeira citação da redondeza da terra é feita na Bíblia, e não por Galileu Galilei “Ele é o que está assentado sobre a redondeza da terra, cujos moradores são como gafanhotos; é ele quem estende os céus como cortina e os desenrola como tenda para neles habitar” (Isaias 40:22), a história sempre vem sendo lembrada apenas em conversas, como: Corrupção: “Ai dos que dormem em camas de marfim, e se estendem sobre os seus leitos, e comem os cordeiros do rebanho, e os bezerros do meio do curral” ‘ sem lembrar que jogam comidas no lixo, fechando uma das 12 postas referida como monturo em Neemias’ ( Amós 6:4-6), Transito pesado e veloz, cruzamentos e faróis acesos, hoje todos nós sabemos, estão lá em (Naum 2:4) Isto ja faz parte de nosso dia-a-dia. Mensagens Gospel de cantores e publicidades, ‘até Platão chamou atenção como retorica’ temos alerta de tudo isto em citação bíblica de (Habacuque 2:2). Porta estreita lembrar das 12 portas de entradas de Jerusalém foram queimadas por Nabucodonosor da Babilônia, destruídas e reconstruídas por Neemias 3:1, como portas do monturo, porta do vale, porta do peixe, porta do oriente etc.

É preciso trabalhar na fonte e nas suas paredes para que não pereça com a lama que se junta no fundo como pó silício no vale, contaminando a fonte e servindo sem verdadeiro efeito, apenas contamina por falta de conhecimentos (Oseias 4:6) são precisos matar algumas vaquinhas do rebanhos, como fizeram os profetas que foram separados: Eliseu, Gideão e muitos outros, queimaram seus carros e mataram seus bois, para servir ao chamado sem deixar nada que prendesse o seu coração num passado pátrio, limparam o passado sem volta. No evangelhos tudo era renovado, e Cristo é o renovo sendo assim não devemos repetir as mesmas conversas preparatórias deixar parecer ser a mesma que já ouvimos antes.

Muitos fieis migram para outras igrejas porque sentem-se avivados em pregação novas, trazendo a frase “Eis que tudo se renova, EDE” (testemunhos) porque se não as pregações se tornarão “efêmera” Existem muito eflúvio, efluência; exaltação, muitos usam a palavra “cabeça” que figuradamente na Sagrada Escritura afirma ser: Cristo é a cabeça, da igreja ( Cl 1:18) mas em virtude de sua eminencia comunicando vida, saúde, força a cada crente, o marido é também, a cabeça da mulher (Gn 3:16) com respeito a preeminência do sexo em Pe 3:7 e à excelência do conhecimento 1 Co 14:35) A pedra que os edificadores rejeitaram foi feita a cabeça, se você é um dos que eles rejeitam alegre-se que é essa pedra no sapato de muitos fieis membros do teu conselho que estão a rejeitarem a “pedra do angulo” (Sl 118:22) veja Ez. 44:20…

É hora de mudanças é hora de vigiar, o proverbio ” O olho do fazendeiro engorda o boi” “Dormir com a barriga vazia e despertar no dia seguinte sem divida” Alergia: Que não há sábado sem lua, nem jovem que não tenha amor e todos os velhos sentem dor. (Isaias 40:22) não deixe os membros de sua igreja crentes caírem na incredulidade de não confiar o seu coração na Palavra profética que saem de sua boca “Sou” Quem procura uma igreja é porque precisa de algo renovador, em seu coração e Jesus Cristo é a resposta”
Vamos procurar consertar, restaurar as doze portas de Jerusalém, elas estão dentro de nós que prometemos ao Senhor. Muito temos que modificar entre nós: O coração impuro; pessoas maliciosas que guardam magoas (Sl 78:18; e Sl 95:8 -(Mt 19:8; Rm 1:24; Ez 14:3) Dureza de coração tem haver com desprezar ouvir e rejeitar a Palavra de Deus (Pv 29:1) de três maneiras: Negligenciar na oração e leitura da Bíblia; Fofocar no meio da Igreja e acalentar pecados secretos citados em (Mt. 24:19). Envolve dois tipos de pessoas: Os que gostam de ouvir a Palavra de Deus e apreciam o culto, mas não praticam, citado em (Ezequiel 33:31-32) e os que apenas querem sair do aperto pedindo oração.

Fonte: Bíblia Sagrada

Fonte: Bíblia Sagrada